5 pais incríveis da literatura

Alô galera de cowboy! Espero que estejam muito bem nesse domingo! Pra começar o dia bem e inspirados, trouxe pra vocês o meu top 5 de paizões da literatura! Vou dizer uma coisa, foi difícil escolher os cinco favoritos, porque eu tinha uma lista gigantesca… Mas não quis deixar o post muito extenso, então, espero que gostem!

(imagens de: lmrourke.deviantart.com, nation.com.pk, www.deviantart.com/art/My-dear-Mr-Bennet-217482989, mistytang.deviantart.com, behance.net)

01 – Sr. Weasley – Harry Potter

É claro que vocês já devem ter percebido que sou uma Potterhead com P maiúsculo, então não poderia faltar um personagem de Harry Potter. Sr. Weasley, além de ser o pai da família que eu mais amo da série – os Weasley -, acaba se tornando o primeiro contato e o primeiro vislumbre de uma figura paternal de verdade para o próprio Harry. Desde o primeiro livro ele nos mostra na prática aquele ditado que diz que “em coração de mãe cabe sempre mais um”, mas, nesse caso, é coração de pai mesmo! Sua obsessão com os trouxas, os diálogos engraçados, o coração puro que carrega e o carinho/preocupação para com os outros (e não só a família) são algumas das razões pra ele estar aqui na lista em primeiríssimo lugar.

02 -Hans Hubermann – A menina que roubava livros

Hans Hubermann é um sopro de esperança no livro narrado pela morte. É pai adotivo de Liesel e é com ele que ela aprende a ler e escrever, além de tocar acordeão. Hans é um exemplo de pessoa incrível e de personagem inesquecível, capaz até de esconder um judeu em sua casa em plena segunda guerra. Tem pouco para si, mas muito para oferecer aos outros. Além de pai, é amigo e aliado, e seu caráter (íntegro, honesto e preocupado) quase me obriga a colocá-lo aqui como ganhador da medalha de prata.
 

03 –  Ziauddin Yousafzai – Eu sou Malala
Ziauddin é um pai real, mas também personagem de livro e merece medalha de bronze simplesmente por ser um grande herói de verdade. Mesmo em meio a uma sociedade machista, defende o direito para homens e mulheres à educação e, com honra, torna-se um destaque no livro (e na vida real). Casou-se por amor e tem uma relação de respeito e preocupação para com a mulher. É motivo de orgulho e deve servir como exemplo a todos nós.
 


04 – Mr Bennet – Orgulho e Preconceito

Mesmo que aos olhos de alguns pareça distante, Mr. Bennet é um dos meus favoritos. Um de seus maiores desejos é que as filhas se casem por amor e sejam felizes, contradizendo o que todos sabemos sobre os papais da época em que o livro se passa (1797 se me lembro bem). Guarda em si um dos corações mais bondosos da literatura e merece destaque aqui no post.


05 – Gepetto – As Aventuras de Pinóquio

Gosto de imaginar esse paizão como um exemplo pra muitas coisas e as principais são que: idade realmente não é documento e que nas relações mais imperfeitas, ainda há a perfeição. Acaba nos ensinando, também, que é  possível nascer amor das relações mais distintas! Obstinado a ter um filho, acaba dando vida a um, e passa por algumas dificuldades, mas sempre tinha em mente o seu maior sonho e nada o impediu de, no fim, realizá-lo.

fathers-day

imagem retirada de blog.tutorming.com

 

O top 5 está finalizado, mas existem muitos outros pais que merecem destaque e pretendo trazê-los em um próximo post.

Agora quero desejar um feliz dia dos pais à todos os papais que estão por aí; as mães que são pais e os pais que tem que ser mães, os que já são avós, os que ainda vão entrar nessa aventura, os adotivos, os de coração, os biológicos e todos, todos os outros!

Feliz dia dos pais e um bom domingo a todos vocês! 

beijinhos xx

 

Anúncios

10 comentários sobre “5 pais incríveis da literatura

  1. ❤ Alô galera de peão! o/ Sr. Weasley é o máximo, infelizmente não tive a oportunidade de conhecê-lo mais pelos livros, pois tenho apenas o primeiro da saga. Eu fiquei encantada com o 3 e ainda mais com o 4, porque casar por amor era muito difícil naquela época, e, acredite, a minha família não aprova o meu relacionamento, então eu sei como é a influência da família nisso. Masssss, como estamos vivendo num mundo contemporâneo, eu faço o que eu quiser, caso com quem me faz feliz e o resto que se dane! A felicidade não tem preço! ❤
    Beijos ;*

    Curtido por 1 pessoa

    • Se quer uma dica, termine a leitura de Harry Potter porque vale a pena! hahaha
      hahahah ADOREI! Tá certíssima! Tem que fazer aquilo que te faz bem e te deixa bem! Parabéns pela coragem ❤ Toda sorte do mundo pra vocês! Beijinhos

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s