[TRECHOS] Um Perfeito Cavalheiro + comentários

cind

Imagem retirada de palacioliterario.blogspot.com.br

— Esta noite eu estou transformada — sussurrou ela. — Amanhã, eu desaparecerei.
Benedict a puxou para perto e deu um beijo breve e suave na sobrancelha dela.
— Então teremos que fazer uma vida inteira caber nesta noite. (pág. 46)

– O que você está vendo? – indagou.
Sophie tropeçou, mas não tirou os olhos dos dele em nenhum momento.
– Minha alma. – sussurrou. – Estou vendo minha alma.  (pág. 53)

– Quero vê-la amanhã – falou baixinho. – Quero visitá-la e ver onde mora.
Sophie ficou em silêncio, tentando não chorar. 
– Quero conhecer seus pais e brincar com seu maldito cachorrinho – continuou ele, meio inseguro. – Você está entendendo o que quero dizer?
A música e o ruído das conversas ainda vinham do salão de baile, mas o único som no terraço era o ritmo ofegante da respiração dos dois.
– Eu quero… – A voz dele virou um sussurro, e seus olhos pareceram vagamente surpresos, como se ele não conseguisse acreditar nas próprias palavras – Eu quero o seu futuro. Cada pedacinho seu.
– Não diga mais nada – implorou Sophie. – Por favor. Nem mais uma palavra.
 (pág. 55)
Esses três trechos fazem parte de uma das melhores cenas literárias que já li. Esse encontro dos dois é simplesmente mágico! É muito difícil encontrar um casal com tanta química assim.
– Acho que preciso beijá-la – acrescentou Benedict, parecendo não acreditar direito nas próprias palavras.  – É como respirar. Não há muita escolha. (pág. 141)

– Seja minha – pediu Benedict, com a voz densa e urgente. – Seja minha agora. Para sempre. Eu lhe darei tudo o que desejar. Tudo o que quero em troca é você. (pág. 145)

Eu posso viver com você me odiando — disse ele em direção à porta fechada. — Só não posso viver sem você. (pág. 157)

*suspiros e mais suspiros* Benedict me deixa sem palavras. Literalmente. 
Era estranho encontrar uma mulher que podia fazê-lo feliz apenas com sua presença. Ele não precisava vê-la ou ouvir sua voz, ou mesmo sentir seu perfume. Só precisava saber que ela estava lá.  Se isso não era amor, Benedict não sabia o que era. (pág. 202)
Sim, meu caro, ISSO É AMOR!!!!!
Ele achava que já havia desejado mulheres antes. Mas aquilo… aquilo ia além de tudo. Era espiritual. Estava na sua alma. (pág. 208)
Eu juro que dá pra sentir isso mesmo ao ler a história. 

Ela sorriu para ele, e Benedict foi invadido por uma incrível vontade de rir. Ele percebeu que estava feliz. Absolutamente feliz. E a sensação era boa. (pág. 288)

Um perfeito cavalheiro é uma história de amor e é claro que as citações seriam românticas, mas o incrível nelas e em todo o livro é a força das palavras. O sentimento parece real, e é puro e bonito. Se quiser saber mais sobre o livro, acesse a resenha

Agora venham cá e dividam as suas favoritas comigo que eu vou amar ouvir! Fiquem ligados que amanhã sai o Especial Halloween!!!!!! (melhor época do ano, na minha opinião).

Um beijo e até mais!

Anúncios

2 comentários sobre “[TRECHOS] Um Perfeito Cavalheiro + comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s