Apaixone-se e envolva-se com 5 livros LGBT incríveis.

Tudo em cima, gente? É com pesar que anuncio que Janeiro está quase no fim, caso você ainda não tenha percebido, o que significa que o ano, agora, vai começar pra valer. Mas pra tirar um pouco a ansiedade dos próximos meses e pra acalentar seus corações, trouxe pra vocês um top 5 muito especial.

Não é surpresa nenhuma, nem pra mim, nem pra você, que a Terra anda se tornando um lugar muito diferente do que era há poucos anos atrás. Vivemos hoje em um mundo de aprendizados, onde, infelizmente, a intolerância ainda reina sobre diversos assuntos. É gente metendo o pitaco onde não é chamado, gente querendo mandar no corpo do outro, gente matando por ódio. Mas, para nossa felicidade, pra cada um que age assim, existem mais cinco pessoas incríveis que se sobressaem à essa mente brutal. Mesmo que sejam reprimidas, mesmo que percam a esperança às vezes, mesmo que pareça impossível, elas existem! E são nessas pessoas que devemos nos apoiar e focar, é sobre elas que devemos falar e é com elas que devemos marchar.

Um dos assuntos mais polêmicos de hoje em dia é sobre um grupo que ainda sofre muita, mas muita repressão sem sentido. Você pode achar normal ver toda forma de amor expressa nas cores do nosso dia a dia, mas ainda tem muita gente que gosta do preto e banco. Ainda tem uma porcentagem muito grande que realmente acha que pregar o ódio é mais fácil do que ir contra as imposições da sociedade. Ainda tem muita gente que acha que o amor tem que ser calado com violência. 

E é por isso que a visibilidade é tão importante. Visibilidade é nada mais, nada menos, do que ceder o lugar à quem precisa. Ou, melhor dizendo, é abrir espaço pra quem nunca teve voz. Visibilidade gera tumulto, é claro, mas é do tumulto que vem a reflexão e é dela que vem o respeito. Não é fácil desconstruir algo há tanto já fundado; causa trabalho, traz dor e cansa, cansa muito. Mas é necessário. É com a mudança que vem a alegria, e não é exatamente isso que todos queremos, no fim das contas? 

O preconceito ronda nossas ações e algumas vezes nem sequer percebemos isso. Ele existe até mesmo nas minorias, e vem disfarçado de intolerância, julgamento e raiva. Ele jorra das bocas de quem fecha a mente e cobre os olhos, e o melhor jeito de combatê-lo é com luz. É difícil pedir paciência pra quem já apanhou tanto e é igualmente difícil pedir que alguém mude o pensamento de um segundo pro outro… Mas falta empatia, falta reconhecimento, falta humanidade, falta entender que as pessoas são diferentes: Nascem assim e não devem nem por um minuto se sentirem mal por isso. 

Falta muita coisa, muita mesmo, mas, principalmente, falta amor. O meu desejo pra esse ano que se inicia é mais amor, por favor, em todas as suas formas e de todos os jeitos possíveis. Que ninguém se cale, e que ninguém precise se calar. Que a bondade vença e reine. Que tenhamos mais noção e mais entendimento. Que saibamos nos colocar no lugar do outro antes de abrir a boca e discutir. Que o conhecimento se derrame sobre todos nós, todos! E que isso seja a salvação e resulte em um lugar melhor. 

A minha homenagem de hoje vai para o mundo LGBT. Queria dizer pra você que faz parte dele que eu te admiro muito. Admiro sua força, sua garra, sua luta, e estou ao seu lado. Queria que você soubesse que o ódio nunca vai vencer. Eu imagino como possa parecer desesperador, mas é só isso que posso fazer, imaginar… E já dói. Dói muito e me revolta. Então: Você não está sozinho ou sozinha. E você é incrível, e espero que nunca se esqueça disso.

Agora vamos lá ao meu top 5 de livros LGBT! Admito que foi muito difícil escolher só cinco obras, mas acho que a lista tá boa. Aposto que você não vai querer perder. Só lembrando que a ordem dos fatores não altera o produto: Isso quer dizer que os livros não estão descritos em ordem de importância ou gosto, porque todos tem sua importância. Foi um arranjo aleatório. Bora lá?!

Todas as sinopses e imagens foram retiradas do site skoob.com.br

01. Luas de Marias (Diedra Roiz e Wind Rose)

lgbt2

Há quem diga que Diedra e Wind nunca estiveram tão sintonizadas quanto para o desenvolvimento dessa obra. É a história de duas almas completamente diferentes, mas que acabam interligadas por obra do destino. Prepare-se para uma história de amor além das convenções

Sinopse: O sinal vermelho é o suficiente para parar Cris – impaciente, mas obediente. Do lado de fora, sem regras, Maria está sentada na calçada, emoldurada pela lua que começa a surgir. No entanto, a sinaleira é a única intersecção da vida das duas. Será a atração que sentem uma pela outra, no tempo ínfimo que lhes permite o sinal vermelho, o suficiente para unir universos tão diferentes, mundos opostos em objetivos e ideologias? Escrito a quatro mãos pelo casal de escritoras Diedra Roiz e Wind Rose, foi publicado em versão impressa (livro) e digital (ebook) pela Editora Vira Letra.

02. A moça de Copenhague (David Ebershoff)

lgbt3

O nome lhe soa familiar e parece acessar uma lembrança antiga? Isso acontece provavelmente porque A moça de Copenhague é o livro que conta a história real de Einar Wegener, a qual deu inspiração para o filme A Garota Dinamarquesa, estrelada por Eddie Redmayne e dirigida por Tom Hooper. Apesar de não ser uma história nova, o livro oferece um ponto de vista novo e incrível dessa história emocionante e tocante. 

Sinopse: Inspirado na história real do pintor dinamarquês Einar Wegener e sua esposa. David Ebershoff escreveu uma obra de ficção, como define em nota no final do livro. “Escrevi o romance a fim de explorar o espaço íntimo que definia esse casamento incomum. Estas páginas contêm alguns fatos importantes acerca da transformação de Einar, mas os detalhes da história são invenções da minha imaginação”, afirma Ebershoff. A moça de Copenhague retrata uma quase esquecida história de amor entre um homem, que descobre sua verdadeira sexualidade, e uma mulher disposta a se sacrificar por ele, tendo como pano de fundo o glamour e a decadência da Europa da década de 1920. Trama ousada, inquietante, narrada com elegância e sutileza únicas.

03. O Homem Casado (Edmund White)

lgbt1

Atenção para essa dica: O Homem Casado não é um livro fácil. Não é um livro leve. Muito pelo contrário; carregado de emoções e de dor, é duro e solitário. Existe o grupo que ama a obra e o grupo que não foi cativado por ela, mas os dois concordam em algo: É um livro muito triste e real. Não o leia se estiver para baixo… Quem avisa, amigo é. 

Sinopse: O livro apresenta a história de Austin Smith, professor norte-americano especializado em artes que vive em Paris. Desiludido com o amor e conformado com a solidão, um dia encontra Julien, arquiteto francês muito mais jovem e casado. Assim, o contato casual inicialmente estabelecido evolui para um relacionamento intenso.

04. Viagem Solitária (João W. Nery)

lgbt4

Admito que estou louca para ler este livro. Viagem Solitária é uma biografia íntima sobre uma pessoa vencedora, escrita por sentimentos e sofrimentos. É um daqueles livros que a lição é real e nos marca de forma profunda. Se você já leu, por favor, compartilhe sua experiência comigo!

Sinopse: Viagem solitária conta a história de João W. Nery, o primeiro transexual masculino de que se teve notícia no Brasil. Especialmente dedicado a todas as pessoas que se reinventam para achar um lugar no mundo, narra a infância triste e confusa do menino tratado como menina, a adolescência transtornada, iniciada com a “monstruação” e o crescimento dos seios – que fazia de tudo para esconder -, o processo de autoafirmação e a paternidade. São muitos os personagens dessa história: de Darcy Ribeiro, considerado seu mentor intelectual e um dos primeiros amigos a compreenderem-no, a Antônio Houaiss, que, sendo um grande defensor das liberdades democráticas, recomendou seu primeiro livro para publicação, Erro de pessoa: Joana ou João?, do qual foi prefaciador. História de dramas, incompreensões e lutas, Viagem solitária é um livro tecido de dor e de coragem e que anuncia, talvez, um mundo menos solitário para os “diferentes”, para aqueles que não se enquadram entre as maiorias… Por isso, caro leitor, o conselho do mestre Antônio Houaiss: “Leiam-no e humanizem-se”.

05. Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáenz)

lgbt5

Não há dúvida, esta obra se torna a queridinha de todo mundo que a lê. É impactante em todas as formas e, o mais importante, passa uma lição diferente para cada pessoa que a lê. Curioso(a)? Eu também!

Sinopse: Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão. Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas – e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.


Deu pra perceber que tem muita lição de vida em forma de livro bom, né? Agora tá na hora de você ir correndo adquirir uma das obras e depois me contar o que achou!

Ah, e não se esqueça: Mais amor, por favor, ein? Fica sendo nosso combinado.

Grande beijo! xx

Anúncios

26 comentários sobre “Apaixone-se e envolva-se com 5 livros LGBT incríveis.

  1. Oi Gi, tudo bem?

    Eu super concordo com você. Vivemos em um mundo onde infelizmente nem todas as pessoas são respeitadas por aquilo que elas são ou fazem e isso é deprimente. Falta respeito no mundo, falta as pessoas pararem de julgar o próximo e apenas aceitá-las como elas são de fato. Tem alguns amigos que fazem parte da comunidade LGBT e sei o preconceito que eles sofrem diariamente e o quanto precisam ser fortes.
    Quanto aos livros que você citou ainda não li nenhum, mas já li vários com essa temática. quero muito ler Aristóteles e Dante, pois sei que será uma leitura fantástica. Parabéns pelo post, ele é muito necessário!

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Alice! Tudo bem sim, e com você?
      Vou ser bem sincera quando digo que é um alívio saber que tem gente que pensa assim também. Gente como você nunca é o bastante ❤ Obrigada pelo elogio e espero que goste do livro!

      Curtir

  2. Não da pra negar que ainda é muito estranho pra qualquer um, ver um casal homossexual, negar isso seria hipocrisia, mas isso se deve ao simples fato de ser algo novo, não habitual em nossa sociedade. Acredito que com o tempo, e com o trabalho de pessoas como você neste post, vamos todos conseguindo digerir o homossexualismo até que ele se torne algo natural nas nossas impressões tanto quanto o é na realidade do ser humano desde que o mundo é mundo, daí a importância desse seu trabalho. Meus mais sinceros parabéns pela iniciativa!

    Curtir

  3. Eu adorei as indicações, especialmente o que deu origem A garota dinamarquesa, amei o filme e desconhecia a existência do livro. Sua introdução, é claro, vale ouro, mas, como dizem os muros de São Paulo: mais amor, sim, mas sem favor.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Meu Deus, nem tenho como expressar o quanto gostei do seu post! Aposto que estava a ler cada frase com uma expressão de orgulho estampada no rosto..
    Relativamente às dicas, também só posso agradecer, e fiquei bastante curiosa, nomeadamente, acerca do “Viagem Solitária”!
    Ótimo post. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  5. Olá
    Nunca li nenhum livro do genero, claro que por falta de oportunidade. Desses o que eu mais quero ler é Aristóteles e Dante, todo mundo fala bem deles.
    Tenho uma amiga que vai amar esse post, vou até mostrar pra ela.
    Beijuh

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oi Gi, tudo bem? Confesso que eu estaria mentindo se dissesse a você que vou ler algum desses livros, mesmo que eu ouça falar muito bem de Aristóteles e Dante. Mas suas indicações são válidas pra quem gosta e tem curiosidade sobre o gênero. Sendo assim, parabéns por quebrar o tabu e expor algo que faz parte do nosso cotidiano mas que as vezes tentamos não perceber.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s