[TRECHOS] Para Sempre Ninão + comentários

ninao1

Uma história sobre um cão, seu melhor amigo e muitas reflexões. Ficou curioso(a)? Veja a resenha completa aqui. Vamos aos meus trechos favoritos!

Confesso que preferia nunca ter descoberto essa terrível face dos humanos, pois ainda não compreendo como seres tão inteligentes, capazes de criar algo tão maravilhoso como a Bolinha, podem cometer tantas atrocidades contra seres indefesos e contra si mesmos. (pág. 13)

É assim que a maioria das reflexões do livro chegam até a gente: Cheias de muito humor e muita verdade. Diversas vezes me vi concordando com o Ninão, especialmente quando se tratava sobre o relacionamento humano/animal. 

Lembro-me exatamente da sensação do vento batendo em meu focinho e, apesar de nunca ter andado em algo parecido, não senti medo, apenas um pressentimento de que eu estava a salvo e em segurança. Neste dia, nossa amizade começou, a mais verdadeira que pode haver entre um homem e um cão. (pág. 14)

As passagens em que o narrador comenta sobre sua amizade com o dono me deixam extremamente emocionadas! Olha que coisa mais linda :’)

Era bem constrangedor ver toda hora ele mexendo no meu traseiro, mas era por uma boa causa. (pág. 30)

É simplesmente divertido demais ter um cão como narrador.

Às vezes fico pensando se o fato de nossas vidas terem se cruzado foi obra do acaso ou um destino premeditado por alguma força maior. Será que somos tão especiais assim? Em um mundo com bilhões de criaturas, existirá alguém para planejar onde você vai nascer e com quem irá se relacionar durante a vida? (pág. 32)

Existirá?!

A escravidão pelo trabalho e a espera contínua pelas sextas-feiras paralisa a maioria das pessoas para o que seria uma vida plena. Cansei de ver meu amigo surtando por pequenas coisas e se estressando ao limite por problemas banais. (…) Ele comentava que no caminho do autoconhecimento as religiões deveriam ser como matérias optativas. Você escolhe quais quer estudar e extrai delas o que mais lhe agrega uma bagagem positiva. (pág. 36)

Isso aí em cima é só um exemplo de toda sabedoria que o livro acumula. É muita reflexão pra pouco leitor! A parte das religiões, tenho vontade de colar em todos os postes do mundo. Como tudo seria mais fácil se todo mundo enxergasse isso e vencesse os preconceitos! Afinal… Não seria prepotência demais admitir que a sua verdade é a absoluta?! hehe

Vivendo tudo isso de perto, um conselho que eu dou a você, humano que está aí desesperado e sofrendo de crises existenciais: ouse desbravar um caminho que todos evitam ou não conseguem enxergar. Faça como o Pai do Ninão e acredite no improvável. (pág. 37)

Falou e disse, Ninão!

Porque, assim como um cleptomaníaco não consegue parar de roubar, um cachorro por mais que saiba estar fazendo xixi no lugar errado, sente uma vontade incontrolável de o continuar fazendo. É tão natural quanto respirar. (pág. 71)

Um exemplo de porquê o livro é tão divertido haha. Consigo imaginar facilmente o meu próprio cachorro dizendo isso, se ele pudesse!

Fica a mensagem de que algo muito proveitoso pode ser tirado de uma situação negativa. Basta olhar além do problema e ser resiliente diante dos impulsos de raiva. A solução virá quando a calma estiver ocupando o lugar do fervor das reclamações e lamentações. (pág. 97)

Exatamente! Pode parecer difícil, mas é assim que devemos pensar 🙂

Maluquice? Não na casa da Família Ninônica. (pág. 119)

E que família!!

Acho tudo uma grande besteira, o mundo dos humanos é cheio de máscaras. Uma engrenagem doentia alimentando preconceitos e ostentações vazias. Feliz aquele que consegue se libertar dessas ilusões. (pág. 171)

Cachorrinho mais inteligente esse, né? Muito amor por esse trecho!!

A vida joga duro. Quando menos esperamos somos surpreendidos por algo que foge do nosso controle. (pág. 187)

É, Ninão, às vezes a vida bate na porta e cobra sem dó, mas, como eu gosto e costumo pensar, nada no nosso caminho é maior do que a gente!

Nunca se esqueçam de que segundos do paraíso podem ser sentidos dentro de uma risada. (pág. 210)

Com essa frase digna de Dumbledore, me despeço desse baita livro, que me rendeu muitas reflexões. Termino o post com um sorrisão no rosto, graças ao Ninão e sua família. Já leu o livro? Ficou com vontade? Divida suas experiências aqui comigo! Grande beijo! xx

Anúncios

Um comentário sobre “[TRECHOS] Para Sempre Ninão + comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s